SEDA assume responsabilidade sobre os animais da ARPA

AÇÃO
SEDA assume responsabilidade sobre os animais da ARPA
Ação foi coordenada pela equipe da SEDA em parceria com o Instituto Piracema


A Secretaria Especial dos Direitos Animais (SEDA) recolheu, nessa quarta-feira (8), aproximadamente 80 animais, entre cães e gatos, abrigados na Associação Riograndense de Proteção aos Animais (ARPA), na Capital. A decisão foi tomada depois de firmado um acordo, na última terça-feira (7), entre o Ministério Público, a SEDA e a ARPA. A partir desta data, a entidade está impedida de receber qualquer animal, bem como de prestar atendimento veterinário em suas dependências.

Desde 2004, a Associação não vem cumprindo o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), ao abrigar um número excessivo de animais em condições inadequadas de alojamento e higiene.

Coube à Secretaria Especial dos Direitos Animais a identificação dos cães e gatos, o atendimento veterinário, a microchipagem e os cuidados de saúde e higiene até estarem aptos para adoção. Já a ARPA terá prazo de 90 dias para convocar uma assembleia extraordinária com seus associados, a fim de adequar o Estatuto às suas reais e necessárias atividades.

A ação foi coordenada pela equipe da SEDA, em parceria com o Instituto Piracema, e acompanhada pelo assessor especial da Procuradoria-Geral do Município, Cauê Vieira.

Nenhum comentário:

Receba novidades por e-mail: